quarta-feira, 24 de novembro de 2010

ECOAR realiza formação com coordenadores pedagógicos

Avaliação e aprendizagem foi o tema da Formação Continuada Expertise em Alfabetização/ECOAR, promovida pelo Centro de Formação de Professores, para os coordenadores das escolas municipais de Belém, no auditório do NIED, em 24 de novembro.

O sétimo e último encontro, deste ano, reuniu 67 coordenadores pedagógicos. Tendo como meta melhorar o rendimento no CI, a pauta incluiu estudo sobre a legislação, análise de dados de rendimento no CI, em 2010, e exposição do plano de ação por escola.

A formação iniciou com o estudo da legislação, com a leitura coletiva de trechos da LDB, mais precisamente sobre os Artigos 12, 13, 22, 23 e 24, sob a condução do formador Walter Braga. Na discussão, os coordenadores destacaram as incumbências da escola e dos docentes, em relação à proposta pedagógica, cumprimento dos dias letivos, zelo pela aprendizagem do aluno, acompanhamento e medidas que a escola vem tomando quanto aos alunos de menor rendimento e baixa frequência.

Em seguida, foi realizado estudo sobre a problemática da não aprendizagem na escola, baseado no conteúdo dos vídeos: Que letra é essa? e Do gozo da ignorância ao desejo de aprender, produzidos pelo GEEMPA. Sob a orientação da profa. Cilene Valente, os coordenadores refletiram e discutiram a partir de frases: “Não aprender é ruim”, “Não é bom repetir o ano”, “É bom aprender o que se espera em cada ano”, “Todos podem aprender”, “A professora deve gostar de ensinar a todos os alunos”, “Como se sente um aluno que vê seus colegas aprenderem e ele não?”.

Referindo-se ao videodocumentário, uma das coordenadoras afirmou que “o filme do Patrick, em particular, nos mostrou que é possível ensinar os nossos alunos e nos levou a refletir sobre o sentimento de rejeição e de fracasso que a atitude do professor pode provocar no aluno”.

A análise dos dados do rendimento no CI, com base na previsão feita pela escola, em outubro, incluiu a apresentação do plano de ação da escola. Trinta coordenadores expuseram seus planos, destacando o que vem sendo feito, falando do andamento do projeto pedagógico e da importância das orientações do Projeto Expertise no decorrer do ano. Muitos deles afirmaram que com as medidas e intervenções feitas na escola já houve avanço nos dados enviados em outubro.

“Para além da constatação de problemas e tomada de decisões para enfrentá-lo, a relevância da exposição está na troca de experiências que proporcionou entre as escolas, já que ainda temos um mês para agir”, afirma Lorena Trescastro, coordenadora do Programa ECOAR. Para fins de acompanhamento, foi solicitado, pela coordenação, envio do rendimento de alunos do CI, referente ao ano letivo de 2010, por formulário eletrônico, no período de 27 de dezembro de 2010 a 6 de janeiro de 2011.

Foi feita também a avaliação escrita da Expertise do Coordenador, já que se tratou do último encontro, com levantamento de sugestões para a continuidade da formação em 2011. Dentre os escritos, destacaram-se: “Durante todo o ano a formação nos contemplou com propostas excelentes e demonstrou, na prática, que podemos sempre fazer algo mais”, “Esperamos que no próximo ano, possamos dar continuidade nos encontros de formação, intensificando as ações do Expertise nas classes de CI nas escolas, proporcionando avanço na aprendizagem das crianças”.