quinta-feira, 13 de junho de 2013

RELATOS DOS PROFESSORES DE MOSQUEIRO

Uma das estratégias da formação de professores de CI do Projeto Expertise em Alfabetização é o relato de práticas bem sucedidas, numa conversa de professor para professor. O objetivo é compartilhar práticas didáticas que levam os alunos a se alfabetizarem.
A formadora Luiza Silva, que compõe a equipe de assessoramento às escolas de Mosqueiro, conta o que três professores narraram na formação de junho.

RELATO 1:
Sequência didática desenvolvida pela Professora FERNANDA LOURDES VALENTE MENDES,  na turma de C1 3º ano da Escola Lauro Chaves, a partir da história Estela conta estrelas.
Tudo começou com a leitura da história; manhã  de  autógrafo  na  escola; letra  inicial  dos  nomes; glossário; bingos: de  figuras, letra  inicial  e  final, de  palavras, glossário  de palavras  trocadas; texto  ilustrado; o  que tem nessas imagens que Estela adorava contar?; painel  ilustrado; vídeos como surgem as estrelas?; autoditado; desenho livre; alfabeto móvel; recolha o maior número de autógrafo de seus familiares; faça um desenho de como você imagina Estela; pesquise  o nome dos planetas; faça uma lista de coisas que podem ser contadas em sua casa; pesquise nome de estrelas.
Dentre as atividades da sequência destacaram-se: Leitura e dramatização pelos alunos da turma com o mesma tema e atividade de ilustração da história - Estela conta as estrelas, realizada no laboratório de informática.

RELATO 2:
Os professores NATALINO DA SILVA ALEXANDRE E LAIS SALES DOS SANTOS desenvolveram a sequência didática: A RIQUEZA DAS ERVAS MEDICINAIS, da ESCOLA DONATILA LOPES, em quatro turmas de C1 3º ano.
A sequência didática teve as seguintes etapas: leitura do texto com os alunos; atividade de escrita: ditado dos nomes das plantas; atividades de pesquisa com os pais - plantas conhecidas e suas utilidades; confecção de um glossário com plantas pesquisadas pelos alunos; pesquisa de campo: visita à casa de moradores da comunidade e entrevistas; montagem de um álbum de ervas medicinais; socialização dos conhecimentos na sala de informática.

RELATO 3:

O professor GILDERSON FAVACHO CEZAR DA TRINDADE, da Escola Abel Martins, apoiou-se na sequência didática Menina Bonita de Laço de Fita, que está no Compêndio da formação Alfabetização, letramento e matemática e nas atividades previstas no material do aluno para trabalhar os alunos que se encontram em diferentes níveis de aprendizagem da escrita.
A atividade consiste na organização de grupos de alunos com diferentes níveis da Psicogênese da língua escrita,  para desenvolver atividades propostas de leitura, escrita e análise de aspectos da língua escrita, inerentes aos conteúdos da alfabetização. Tudo isso para promover os avanços na aprendizagem de seus alunos.
Para a formadora Luiza da Silva, "apresentar as práticas na formação para os colegas de trabalho, que enfrentam situações semelhantes de aprendizagem na sala de aula, ajuda os professores a coletivamente refletirem sobre suas próprias práticas".

Nenhum comentário:

Postar um comentário