quarta-feira, 5 de maio de 2010

Programa de Correção de Fluxo em Belém

Tecnologia de correção de fluxo escolar na alfabetização
GEEMPA-FNDE-SEMEC

Acontece em Belém de 6 a 8 de maio, no Belém Soft Hotel (Av. Brás de Aguiar, 612), com apoio da Secretaria Municipal de Educação de Belém – SEMEC, a primeira Assessoria do Programa de Correção de Fluxo Escolar na Alfabetização GEEMPA/FNDE/SEMEC, com programação intensiva, das 8h às 21h, sob orientação da Profa. Dra. Esther Pillar Grossi, para acompanhamento do trabalho dos professores de 10 municípios paraenses que estão aplicando a tecnologia de alfabetização do GEEMPA - Grupo de Estudos sobre Educação, Metodologia de Pesquisa e Ação, com sede em Porto Alegre – RS. O foco da tecnologia é alfabetização em 3 meses.
Além de Belém, com 50 participantes, participam da Assessoria professores de outros municípios do Pará: Bagre (09), Garrafão do Norte (05), Inhangapi (04), Moju (14), São Franscisco do Pará (03), São Sebastião da Boa Vista (03), Santarém Novo (04), Soure (05), Tucuruí (10). A Assessoria reúne 104 professores que realizaram o curso em fevereiro e, atualmente, atuam nas turmas do Programa de Correção de Fluxo em escolas municipais.
Paralelamente à Assessoria, o GEEMPA promove, no mesmo local, um curso com 60 professores de 10 municípios do Pará: Xinguara, Brejo Grande do Araguaia, Breu Branco, Moju, Bom Jesus do Tocantins, Porto de Moz, São Sebastião da Boa Vista, Maracanã, Terra Alta e Tucuruí, além de um município do Amapá: Mazagão.
De acordo com a Coordenadora Municipal do Programa em Belém, profa. Lorena Trescastro, “o objetivo da tecnologia consiste em acertar o passo das aprendizagens escolares a partir do seu limiar fundamental, que é a aquisição da leitura e da escrita de um texto. Para isso são estudadas as didáticas da alfabetização com base nos níveis da psicogênese da língua escrita, apoiada no Construtivismo pós-piagetiano”.
Para saber mais acesse: http://www.geempa.org.br/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário