terça-feira, 20 de setembro de 2011

PROGRAMA DE CORREÇÃO DE FLUXO ESCOLAR NA ALFABETIZAÇÃO


Aconteceu, de 19 e 20 de setembro, no Belém Soft Hotel, a II Assessoria do Programa de Correção de Fluxo Escolar na Alfabetização (GEEMPA-MEC-SEMEC) de 2011, com a participação de 60 professores de 10 municípios paraenses. A Secretaria Municipal de Educação de Belém apóia o evento e participa com 16 professores.

O programa visa reintegrar alunos com desvio idade-série nos níveis de aprendizagem que lhes correspondem no sistema escolar. Os alunos permanecem frequentando as aulas de suas turmas regulares, mas passam a integrar, durante três a quatro meses, uma turma no contra-turno, com de 25 alunos não alfabetizados.

Em sua IV fase no estado do Pará, o Programa de Correção de Fluxo Escolar na Alfabetização, coordenado pela professora Dra. Esther Pillar Grossi do GEEMPA – Grupo de Estudos sobre Educação, Metodologia de Pesquisa e Ação, reuniu dia 19 de setembro, em Belém, secretários de educação de 9 municípios paraenses, para apresentar os resultados do Programa e as perspectivas para 2012.

Além da professora Therezinha Moraes Gueiros, Secretária Municipal de Educação de Belém, participaram representantes de Garrafão do Norte, Maracanã, Moju, Porto de Moz, São Francisco do Pará, Santarém Novo, Soure, Xinguara.

Na reunião foi apresentado o relatório analítico com os resultados de Programa em 2010. Dos 4.205 alunos de 18 municípios foram alfabetizados 2.660, correspondendo a 67%, com evasão de 5%. No período, a participação de Belém foi de 1.726 alunos, com alfabetização de 79%, ou seja, de 1.667, com evasão de 3%.

Em 2011, no primeiro semestre, o programa já atendeu 18 turmas, envolvendo 366 alunos, destes foram alfabetizados 293 alunos. No segundo semestre, o programa prossegue com 13 turmas, totalizando 325 alunos. Alfabetizar alunos em desvio idade série é o foco do Programa financiado pelo Ministério da Educação em parceria com a SEMEC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário